Skip to main content

Uma noite em Sevilha. Para viver essa experiência sem sair de São Paulo, o endereço é o Sevillapuros, espaço dedicado à cultura espanhola e à dança flamenca, na rua Oscar Freire, com excelentes tapas e tablados semanais

Um novo ponto de flamenco em São Paulo. Pequeno e aconchegante, o Sevillapuros fica em um sobrado no final da rua Oscar Freire (próximo a avenida Sumaré). Misto de bar espanhol e centro cultural, recém-inaugurado, promove shows musicais e tablados –espetáculos de dança flamenca.

Tablado é o nome do piso de madeira especial para sapateado e também das apresentações de flamenco. No Sevillapuros, o palco e a acústica foram pensados para favorecer os shows semanais com os melhores artistas da cena flamenca paulistana.

Logo na entrada, um mural com a imagem da Virgem Del Rocio, santa protetora dos espanhóis, dá as boas vindas. As mesas se estendem por um corredor estreito que termina no tablado. Aquarelas do músico e artista plástico Marzio Lenzi, retratando cenas flamencas, e os tons de amarelo, vermelho e preto da bandeira da Espanha dão o tom na decoração. “Besame Mucho”, lê-se em uma plaquinha sugestiva na parede, marcando a atmosfera alegre e caliente.

“Queremos reproduzir o clima das noites vibrantes de Sevilha em São Paulo, com uma casa viva, aberta ao flamenco e diveras manifestações culturais”, diz o proprietário Airton Cardozo.

Olé! Olé! Olé! – Quartas Flamencas

Nessa atmosfera acolhedora, nas Quartas Flamencas, que acontecem às quartas-feiras, a partir das 19h, você pode se deparar com o baile hipnotizante de Vera Alejandra e convidadas, ao som da guitarra e do cante flamenco ao vivo. Vera é fundadora da escola Cuadra Flamenca, no bairro de Pinheiros, e uma das precursoras do flamenco no Brasil.

O cante dramático, o som da guitarra e os figurinos das bailarinas hipnotizam a plateia, entre taças de vinho e tapas típicas, como batatas bravas e tortillas. O menu exibe entradas tentadoras, como tostadas de brie com damasco ou geléia. Para os amantes da carne, a casa oferece poucos e bons cortes grelhados. A carta de vinhos é simples e honesta.

O sobrado abriga também a Casa Rocio, braço de eventos do Sevillapuros, que promove paellas e outras atrações culturais, como lançamentos de livros. O nome Sevilla homenageia a cidade do Sul da Espanha, berço do flamenco. Os “Puros”, por sua vez, se referem aos charutos, uma das paixões do proprietário, que criou também um canto dedicado à tabacaria.

Um diferencial importante do lugar é a intensa ligação de Airton Cardozo com a cultura espanhola e o empenho em torná-lo um espaço ligado genuinamente ao flamenco. O empresário morou durante cinco anos na Espanha, uma parte deles em Sevilha, outra em Illescas e Yuncler, dois municípios de Toledo.

“O Sevilla não é simplesmente um espaço para assistir tablado, mas a casa de alguém que tem um olhar diferenciado e realmente gosta da cultura espanhola. Isso faz toda a diferença e dá um charme especial ao lugar”, diz Vera Alejandra.

Confira a agenda: @sevillapuros

Sevilla Puros – Rua Oscar Freire 2138, Jardins, São Paulo

Reservas: (11) 97230-2007

Rosane Queiroz

Sobre Rosane Queiroz

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira, sempre em busca da próxima descoberta: o sabor de um novo prato, uma vista incrível, um aroma inesquecível. Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. @rosanequeiroz